Sobre

image1

 

 

A história do 3º Ofício de Registro de Imóveis de Joinville confunde-se com a trajetória profissional do Sr. Ayrton Adelfo de Braga, primeiro Titular desta Serventia. O Sr. Ayrton iniciou sua jornada no Judiciário de Joinville em 1948, primeiramente como auxiliar de Cartório (Tabelionato do 2º Ofício de Darcy Schroeder Cubas) e, anos mais tarde, precisamente em 1953, foi alçado ao Cargo de Escrevente Juramentado do mesmo Ofício.

Em 1965 foi nomeado como Escrivão do Crime, Júri, Execuções Criminais e Feitos da Fazenda da Comarca de Joinville, preenchendo a vaga criada por ocasião da aposentadoria de seu pai, o Sr. Sebastião Estelito de Braga, até então Titular do Cargo. No ano de 1967 com a criação da 3ª Circunscrição Imobiliária, advinda da divisão da 2ª Circunscrição do Registro de Imóveis de Joinville, prestou concurso para o Cargo de Titular da Serventia, no qual foi aprovado.

Através do incentivo do seu pai Sebastião Estelito de Braga e por inúmeras outras pessoas, se inscreveu para o concurso, do qual participaram colegas das atividades judiciária e extrajudiciária, inclusive advogados, economistas e serventuários desta e de outras Comarcas do Estado.

Passou em 1º lugar, assumindo o cargo do 3º Ofício, eis que, em 18/09/1967 era casado, mais idoso e tinha mais tempo de auxiliar da Justiça. Aposentado em 1987, a serventia foi assumida por Sandra Mara de Braga, em 16/12/1987.

O 3º Oficio de Registro de Imóveis de Joinville passou a ser responsável pela zona Sul-Leste da cidade, dividindo à Norte com a Rua 15 de Novembro, à Oeste com a Rua do Príncipe, Ministro Calógeras, Avenida Getúlio Vargas, Rua Santa Catarina, ao Sul com a Rua Waldemiro José Borges até a divisa com o Município de Araquari,- à Leste com o Rio Cachoeira e Baía do Saguaçú, até o Rio Paranaguamirim (na divisa com o Município de Araquari).

O primeiro ato praticado por esta Serventia foi em 20/09/1967, ocasião em que encontrava-se provisoriamente instalado nas dependências do Fórum da Comarca de Joinville, que então estava localizada em uma edificação na Rua Engenheiro Niemeyr. Nessa época, todos os atos eram praticados nos Livros de Transcrição e Registros diversos, como previa a Legislação pertinente. Alguns fatos importantes para o Registro Imobiliário no Brasil aconteceram nesse período, como a criação da Lei 6.015, de 31 de dezembro de 1973 (LRP), a qual passou a vigorar em 1976 e trouxe como principal inovação a Matrícula imobiliária.

No decorrer dos anos, outros endereços fizeram parte dessa história como o Fórum de Joinville, localizado na Rua Princesa Izabel esquina com a Rua Dona Francisca; Edifício Manchester na Rua do Príncipe; Edifício Verena Stock, na Rua XV de Novembro; Galeria Marcos Grossembache e, atualmente, o Edifício Hannover, localizado na Rua Abdon Batista.

A gestão de Sandra Mara é marcada por várias mudanças, destacando-se algumas por sua importância como a informatização da Serventia, a qual teve o primeiro protocolo informatizado realizado em 17/04/1998. Os investimentos foram significativos para que, no ano de 2011, outra mudança importante fosse possível sem maiores dificuldades, como a implantação do selo digital no Estado de Santa Catarina. Atualmente destaca-se a parceria com a Empresa gaúcha TXAI Desenvolvimento, para a implantação de gestão de qualidade para a Excelência nos processos, serviços e atendimento.

Atualmente, o 3º Ofício de Registro de Imóveis de Joinville conta com a participação de mais de 40 colaboradores, distribuídos num espaço físico de mais de 600,00 metros quadrados, o que possibilita a realização de todos os processos em um mesmo local, atendendo assim, as determinações de segurança do acervo estabelecidas no Código de Normas do Estado de Santa Catarina.

_